terça-feira, 30 de março de 2010

Páscoa.

Não que eu seja apaixonada por chocolate... Longe de mim! Sou só mulher como outra qualquer. Vez por outra morro por um, vez por outra mato por um. Mas é tudo só desejo, sempre é desejo.

Páscoa é bom que tem muito chocolate. E chocolate deixa a vida doce... E sorrisos doces, cartões de páscoa, doces e abraços doces.

Um comentário:

Por que você faz poema? disse...

Certa vez perguntei numa entrevista para Lobão se a vida era mesmo doce e ele me respondeu: "Definitivamente". Às vezes acho que necessitamos de alguma ajuda para isso, e por que não chocolate?